Buscar
  • Comitê Mundial da Paz

Órgão da ONU que venceu o Nobel da Paz de 2020

FONTE: https://g1.globo.com/mundo/noticia/2020/10/09/conheca-o-orgao-da-onu-que-venceu-o-nobel-da-paz-de-2020.ghtml


Criado formalmente em 1961, o Programa Mundial de Alimentos da ONU venceu o Nobel da Paz em 2020. O programa arrecadou US$ 7,2 bilhões em 2018 e atendeu 86,7 milhões de pessoas.

Mais de 300 mil pessoas ficaram desabrigadas no Líbano depois da megaexplosão que aconteceu em um terminal do Porto de Beirute, em agosto de 2020. O país já enfrentava uma crise econômica e os efeitos da Covid-19.

Depois de um acordo com o Ministério da Economia e Comércio, as padarias aumentaram o tamanho dos pacotes de pães em mais de 10%, sem subir o preço.

Organizações não governamentais que receberam apoio da entidade distribuíram refeições para mais de 3.000 pessoas por dia --não só para afetados, mas também aos libaneses que foram empregados na limpeza dos escombros.


O Programa Mundial de Alimentos

O Programa Mundial de Alimentos da ONU, com sede em Roma, atua em situações como a do Líbano: dá comida às vítimas de conflitos, enchentes, secas, terremotos e também pandemias.

O órgão tem um corpo de 17 mil funcionários. Em 2018, conseguiu arrecadar US$ 7,2 bilhões.

Formalmente, foi criado em novembro 1961. O Programa nasceu de uma iniciativa de um presidente dos Estados Unidos, Dwight Eisenhower, que entendeu que faria sentido usar o sistema da ONU para distribuir alimentos.

O Programa teve que se adaptar, porque, com a Covid-19, o transporte virou um desafio maior.

O órgão tem se disposto a ajudar os governos de diferentes países a pensar em estratégias de resposta às consequências da pandemia.

Em 68 países, o Programa ajudou a criar alternativas à merenda escolar --o órgão estabeleceu programas de transferência de dinheiro em notas, vale-alimentação e entrega de refeições.

Segundo a organização do Nobel, o programa já seria um merecedor do prêmio sem a pandemia, mas com a Covid-19 os motivos ficaram mais evidentes: a comida está menos disponível. Nesse cenário, "o programa da ONU demonstrou uma

habilidade impressionante de intensificar seus esforços", afirmou o comitê.

44 visualizações0 comentário